Blog@qui | História Nove

Espaço de reflexão sobre as aulas de História | Externato Maria Auxiliadora | Viana do Castelo

14.3.07

Barbárie Nazi



Procura "explicar" os princípios ideológicos que conduziram à barárie nazi testemunhada na imagem.

13 Comments:

  • At 16.3.07, Anonymous joao andre said…

    Auschwitz, foi o maior campo de concentração nazi, para onde foram levados milhares de judeus a partir de 1940. No dia 27 de Janeiro de 1945, quando o Exército Vermelho da antiga União Soviética avançou sobre a Polónia e chegou a Auschwitz, restavam ali cerca de sete mil prisioneiros, doentes, moribundos, testemunhas quase secretas de uma sofisticada máquina de extermínio: gigantescas chaminés dos fornos crematórios, câmaras de gás, abarracamentos com pilhas de óculos, próteses diversas, sapatos... sete toneladas de cabelos que os alemães não tinham tido tempo de enviar para a «reciclagem»!

     
  • At 16.3.07, Anonymous Phyllipa said…

    Os princípios ideológicos que conduziram a esta monstruosidade foram o anti-semitismo, anti-judaísmo e o racismo!
    Hitler era um anti-semitista fanático e todos os fascistas seguiam suas pegadas!

     
  • At 16.3.07, Anonymous Luciano André said…

    Os princípios que levaram os alemães a fazer esta Bárarie são: os alemães para controlar a oposição mas também, para acabar com os judeus pois os alemães consideravam os judeus uma raça, em qual não se podia confiar, traiçoeira, e havia uma grande rivalidade entre eles, pois Hitler tinha uma doutrina racista em que a raça ariana (alemães) eram a raça superior de todas e os judeus eram uma raça inferior. Então os alemães construiram campos de extermínio para esses judeus que eram capturados, torturados e mortos nesses campos. E neles se faziam grandes horrores e desastres como estes que se vem na imagem.

     
  • At 17.3.07, Anonymous 7ud!te & Ana Pedro said…

    Devido á subida de Hitler ao poder, muitas barbaridades foram cometidas.
    Nesta figura, podemos ver uma consequência dos principios que Hitler seguia.
    Ou seja, para Hitler, havia uma raça pura, e uma impura.
    Para ele, a raça ariana era a que devia existir em todo o Mundo e esta, apenas esta tinha o direito de viver. A mais impura de todas era a raça judaica. Se repararmos, a raça ariana é completamente o oposto á raça judaica. Os judeus têm pele e cabelo escuros...os Arianos, por sua vez, têm a pele clara, cabelos loiros e olhos azuis.
    Por isso, Hitler ao tentar exterminar a raça impura, criou campos de concentração por quase toda a Alemanha, prendendo os judeus, e enviando-os para lá.
    Antes de morrer passavam inúmeras torturas, vivendo em extrema pobreza. Muitos morriam em câmaras de gás. Nem as crianças foram poupadas. Muitas vezes, diziam-lhes para ir tomar banho mas infelizmente tudo era mentira, e acabavam por não aparecer mais...

    Esta figura é o reflexo da injustiça e da barbaridade...

     
  • At 20.3.07, Anonymous rita :') said…

    Os principios ideológicos que conduziram à babáre nazi testemunhada na imagem foram: o anti-semitismo; anti-judaísmo; e o racismo.
    Hitler provou mais uma vez a sua crueldade, em relação às raças, pois como já vimos nos pot's anteriores, Hitler afirmava que apenas a raça Ariana era a raça superior, enquanto que as outras eram inferiores, pricipalmete a raça judaica, que era abatida como animais. Tudo por questões xenofóbicas.

     
  • At 20.3.07, Anonymous Teixeira said…

    A ideologia de Hitler assentava na ideia da existência de uma raça superior ariana que deveria pela sua capacidade dominar e governar o mundo. Por isso consideravam o povo judeu uma raça inferior e a causadora da crise económica e social que a Alemanha atravessava no inicio dos anos 30. Portanto quando hitler subiu ao poder perseguiu de forma brutal todos os judeus.

     
  • At 21.3.07, Anonymous Patrícia said…

    Hitler apoiava-se uma ideologia racista.
    Nela existia uma raça pura, a raça ariana, e as outras raças eram concideradas inferiores, sendo a raça judaica a mais inferior era chamada de raça impura.
    Foi seguindo este ideal que Hitler criou os campos de extermínio ou concentração, onde os judeus, pensando que estavam a trabalhar, pois estando em tempo de guerra era difícil arranjar trabalho, levavam tudo o que tinham e faziam trabalhos duros, por vezes sem lógica nenhuma, acabando por morrer ou de cansaço e de fome ou nas câmaras de gás construídas pelos alemães com esse único proposito.
    Foram milhares os mortos que morreram nesses campos de extermínio ou concentração...

     
  • At 23.3.07, Anonymous Vera said…

    Os princípios ideológicos que conduziram a esta bárarie foram:
    o racismo e o anti-semitismo.
    Como consideravam os judeus uma raça inferior, construíram campos de concentração para exterminar os judeus pois, segundo os alemães, esta raça era traiçoeira.
    Nestes campos retiravam todos os bens que pertenciam aos judeus e origavam-nos a trabalhar.

     
  • At 23.3.07, Anonymous márcia e margarida =@ said…

    Os princípios ideológicos que conduziram a tudo isto foram o
    o racismo e o anti-semitismo.
    Durante a Segunda Guerra Mundial foi construído o Campo de extermínio (conjunto de campos) com o objectivo de eliminar todos os judeus e membros de outros grupos da Europa… Eram chamados os campos da morte.
    Tudo isto devido ao grande racismo existente em Hitler pois ele considerava a raça ariana como uma raça superior (como ja vimos anteriormente).

     
  • At 23.3.07, Anonymous Gonçalo Martins said…

    Os principios ideologicos do nazismo eram:a expulsão dos judeus da Alemanha; dominar a raça juadica.
    Para esses dois objectivos Hitler criou campos de concentração e de extremínio onde foram mortos milhões de Judeus.

     
  • At 24.3.07, Anonymous Nuno said…

    Os princípios ideológicos nazis que levaram a esta barbárie eram os de anti-semitismo, racismo, e anti-judaísmo que defendiam sem fronteiras a raça que eles consideravam "superior" a raça ariana.
    Para tal foram construídos campos de concentração e de extermínio para eliminar as raças consideradas "inferiores" principalmente a judaica.

     
  • At 26.4.07, Anonymous Bárbara e Gomes said…

    A escolha de Auschwitz foi estratégica, tanto do ponto de vista do isolamento das vítimas, como na perspectiva da eficiência para o transporte, ao exterminar o inimigo no território em que ele existia em maior número e que deveria ser “liberado” para a ocupação nazista, com vistas ao avanço em direção ao inimigo maior: o bolchevismo judeu.
    Estima-se que para Auschwitz foram deportados, no mínimo, 1,1 milhões de judeus (a maioria da Hungria e da Polônia), 150 mil presos políticos poloneses, 23 mil ciganos, 15 mil presos de guerra soviéticos e mais 25 mil presos de outras nacionalidades, especialmente tchecos, franceses, jugoslavos, russos, ucranianos e alemães.

     
  • At 4.12.07, Anonymous Anónimo said…

    admiro Hitler porque acho k ele foi um homem extremamente inteligente e foi um intlerctual, mas n concordo com o extreminio racial que ele exerceu quando estava no poder. hitler era um homem atormentado pelo seu passado e porque viu o pais que acolheu como sua segunda pátria invadido por uma minoria judaica que se apoderou de todas as galerias de arte, restaurantes, fabricas, empresas,... e foi por isso que ele os perseguiu, para arranjar um bode espiatorio para a pobresa do povo alemao no final da redação do tratado de versalhes. não estou a tentar desculpar hitler mas acho que ele nao era um monstro total. hitler era era um virtuoso, um intelectual, um filosofo, que caiu no erro de tentar culpar um povo para toda a pobresa que abrangeu o povo alemao.
    n me entendão mal

     

Enviar um comentário

<< Home