Blog@qui | História Nove

Espaço de reflexão sobre as aulas de História | Externato Maria Auxiliadora | Viana do Castelo

24.1.06

Quem foi o Marquês de Pombal?

Olá!

Como sabes, o Marquês de Pombal é uma das figuras mais carismáticas da História Portuguesa. Representante do despostismo iluminado no Portugal do século XVIII, desempenhou um papel fulcral na aproximação de Portugal à realidade económica e social dos países do Norte da Europa.

Deves consultar este site e, com base na informação fornecida, constrói a biografia de Sebastião José de Carvalho e Melo. ;)

9 Comments:

  • At 25.1.06, Anonymous nuno, loic, humberto, gonçalo said…

    Foi Primeiro Ministro do rei D. José (1750-1777), sendo considerado, ainda hoje, uma das figuras mais controversas e carismáticas da História Portuguesa. Representante do despostismo ilustrado em Portugal no século XVIII, viveu num período da história marcado pelo iluminismo, tendo desempenhado um papel fulcral na aproximação de Portugal à realidade económica e social dos países do Norte da Europa, mais dinâmica do que a portuguesa. Iniciou com esse intuito várias reformas administrativas, econômicas e sociais

     
  • At 26.1.06, Anonymous luciano said…

    o marques de pombal foi o senhor que assumiu o "comando" quando D. Jose se dedicava a outras "actividades" foi ele que cordenou todas as actividades do estado e tambem como muitas das pessoas do clero e da nobreza estavam contra ele ele começou a ensinaros alunos com os objectivos que ele queria

     
  • At 29.1.06, Anonymous Marta said…

    O Marquês de Pombal foi o secretário de estado do rei D. José
    O seu nome verdadeiro era Sebastião José de Carvalho e Melo e mais tarde Marquês de Pombal. Foi um diplomata e em contacto com outras correntes culturais era defensor do despotismo esclarecido, que era um regime político. Ajudou o rei a governar mas tirou certos privilégios á nobreza e ao clero...

     
  • At 29.1.06, Anonymous tiago lima said…

    Marques de pombal nasçeu em 1699 e morreu em 1782.
    Em 1750 D.Jose nomeou-o secretariado de estado.
    O rei nao fazia muito bem as coisas que devia por isso marques de pombal tinha todas as responsabilidades do rei.
    no terramoto de lisboa o marques teve um papel muito importante na reconstruçao da cidade qu foi praticamente destruida pelo terramoto

     
  • At 2.2.06, Anonymous Ana Pedro =) *** said…

    marques de pombal, foi o secretario de estado, no reinado de d.josé.
    chamava-se sebastiao josé de carvalho e melo.
    encarregou-se de todos os grandes problemas de portugal, durante este reinado. talvez por esta razao, o vissem como um verdadeiro rei e responsavel por toda a "nova capital", depois do grande terramoto de 1755.
    foi um grande "senhor", inteligente, por sinal.
    uma das grandes "cabeças" do nosso país.

     
  • At 7.2.06, Anonymous FiLiPa said…

    Marquês de Pombal

    D. José de Carvalho e Melo (1699-1782), filho de Manuel de Carvalho e Ataíde, fidalgo da província, com propriedade na região de Leiria casado com Teresa Luiza de Mendonça e Mello.
    Na sua juventude estudou direito na Universidade de Coimbra e serviu no exército um curto período. Quando se mudou para a capital, Lisboa, Sebastião de Melo era um homem turbulento. A sua primeira mulher foi Teresa de Mendonça e Almada (1689-1737), sobrinha do conde de Arcos, com quem casou por arranjo da família, depois de um rapto consentido. Os pais da recém-formada família tornaram a vida do casal insustentável, pelo que se retiraram para as suas propriedades próximas de Pombal.
    Em 1738, Sebastião de Melo foi nomeado no seu primeiro cargo público, como embaixador em Londres. Em 1745 foi transferido para Viena, Áustria. Depois da morte da sua primeira mulher, a rainha de Portugal, Mariana de Áustria, mostrou-se amiga do embaixador ao arranjar-lhe o casamento com a Condessa Maria Leonor Ernestina Daun.
    O rei D. João V, no entanto, pouco satisfeito com as prestações de Sebastião de Melo, fê-lo regressar a Portugal em 1749. O rei morreu no ano seguinte e, de acordo com uma recomendação da rainha mãe, o novo rei D. José I nomeou Sebastião como ministro dos negócios estrangeiros. Ao contrário do pai, D. José foi-lhe muito benévolo e confiou-lhe gradualmente o controle do estado.
    Em 1755, Sebastião de Melo já era primeiro-ministro do reino. Governou com mão de ferro, impondo a lei a todas as classes, desde os mais pobres até à alta nobreza. Em sua gestão, Pombal pôs em prática um vasto programa de reformas, cujo objectivo era racionalizar a administração sem enfraquecer o poder real. Para atingir essa meta, o ministro incorporou as novas ideias divulgadas na Europa pelos iluministas, mas ao mesmo tempo conservou aspectos do absolutismo e da política mercantilista.
    O Marquês de Pombal foi a figura-chave do governo português entre 1750 e 1777. Sua gestão foi um perfeito exemplo de despotismo esclarecido, forma de governo que combinava a monarquia absolutista com o racionalismo iluminista. Uma notável realização de Pombal foi a fundação, em 1774, da Vila Real de Santo António, próxima à foz do rio Guadiana, no sul de Portugal.
    Também aboliu a escravatura nas colónias nas Índias, reorganizou o exército e a marinha, reestruturou a Universidade de Coimbra e acabou com a discriminação dos "cristãos novos" (pelo menos em parte). Mas uma das mais importantes reformas foi nos campos das economias e finanças, com a criação de várias companhias e associações corporativas que regulavam a actividade comercial, bem como a reforma do sistema fiscal. Naturalmente, todas estas reformas granjearam-lhe a inimizade das altas classes sociais, em especial a nobreza, que o desprezaram, chamando-o de "novo rico" ou “fidalgote”.
    Em 1781 foi o Julgamento e condenação de Marquês de Pombal ao desterro, pelo menos a vinte léguas da Corte. Pombal é considerado culpado, ainda que o seu estado de saúde e avançada idade não permitam a aplicação de pena alguma. Em 1782 morre.

     
  • At 9.2.06, Anonymous TÁ EM BAIXO ;-p said…

    * Desculpem ser tão grande...
    faz-vos bem ler um bocado d vez em quando...
    ;-P
    FILIPA
    ;-P

     
  • At 2.3.06, Anonymous DJ flávio said…

    Marques de pombal foi em Portugal,sectário de D.josé,foi também defensor do despotismo iluminado.
    ainda hoje é lembrado como uma figura controversa.
    foi ele quem naquele século evolui muito Portugal tanto a nivel económico como a nivel social.
    Foi também um diplomata ligado a outras. correntes culturais.
    construi érario régio,intendencia geral da policia escolas para nobres etc.

     
  • At 22.5.06, Anonymous Anónimo said…

    você quer mesmo saber quem é marques de pombal????
    é o homem que está atrasando minha vida......
    inves de estar no msn e no orkut to aqui pesquisando sobre esse cara q ja morreu e nao fez nada de important pra mim.....

     

Enviar um comentário

<< Home