Blog@qui | História Nove

Espaço de reflexão sobre as aulas de História | Externato Maria Auxiliadora | Viana do Castelo

3.10.06

A cobiça pela África


Explica o interesse das potências industrializadas em conseguir colónias no Continente Africano.

13 Comments:

  • At 4.10.06, Anonymous Luciano André e Tiago Lima said…

    A cobiça pela africa apareceu pois devido á industrializaçao os paises tinham produtos em demasia que nao eram vendidos. entao dai a cobiça pela africa pois os paises queriam "escoar" os produtos uqe tinham a mais e tambem obter mais materias-primas. Apartir dai todos os paises começaram a busca pelas colonias.

     
  • At 4.10.06, Anonymous Gonçalo Martins e João Filipe said…

    A Africa era muito cobiçada pois os países Europeus estavam muito industrializados e não tinham maneira de escoar os produtos porque os seus mercados internos estavam saturados. Então a solução que foi encontrada foi tentar escoar os produtos para as colónias. A partir daí os países começaram a busca de colónias no continente Africano.

     
  • At 4.10.06, Anonymous Francisco e Diogo said…

    A cobiça de Africa começou a aparecer a partir de 1850, em que se realizaram várias viagens de exploração patrocinadas pelas grandes potencias. Alguns exploradores percorreram o interior de africa. assim foram-se revelando enormes potencialidades africanas, sobretudo em matérias- primas, o que despertou a cobiça dos países industrializados.
    alguns dos países Europeus industrializados , decidiram repartir a àfrica entre si.uma colónia só era de um pais se este tivesse meios para ocupar os territórios.

     
  • At 4.10.06, Anonymous joao ferraz e tiago santos said…

    os países europeus queriam ter colónias em áfrica para poder escoar os productos que estes fabricavam pois o seu mercado interno estava demasiado saturado. a única maneira de escoar os productos seria criar colónias em africa de forma a exportar para la os productos. procuravam tambem matéria primas e foi entao que começou a cobiça por africa procurando colónias na mesma

     
  • At 4.10.06, Anonymous Jó e Bárbara said…

    Entre os séculos XV e XVIII vários países europeus como Portugal, Espanha, Holanda, Inglaterra e França formaram grandes impérios coloniais. Neste momento, o seu objectivo era, principalmente, conquistar colónias, pois queriam obter matérias-primas a baixo preço, mão de obra barata, fazer investimentos rentáveis e criar mercados noutros países para escoar os seus productos.

     
  • At 4.10.06, Anonymous Márcia e Margarida said…

    O que despertou interesse pela África foram essencialmente as matérias-primas que lá predominavam e as enormes potencialidades africanas.
    Portugal também pretendia obter mão-de-obra mais barata e um bom escoamento para os produtos coloniais.

     
  • At 4.10.06, Anonymous Nuno&Loic said…

    Neste momento a industrialização foi aumentando numa escala extrema. Daí passou a existir uma enorme rivalidade pois cada país queria obter o maior poder possível. Para isto necessitavam de escoar os seus produtos por outros países, começando assim a cobiça pela África, tornando-se o melhor exemplo da vaga imperialista do século XIX. Em 1885 as principais potências Europeias reuniram-se na conferência de Berlim onde decidiram repartir a África entre si, estabelecendo o princípio da "ocupação efectiva" favorecendo assim os países mais poderosos.

     
  • At 4.10.06, Anonymous Ana Judite&Ana Pedro said…

    Este grande interesse pelo continente africano deu-se, porque, os países mais industrializados, chegaram a um ponto, que nao tinha onde escoar os seus produtos,recorrendo a Africa, pois, ao mesmo tempo que o faziam, aproveitavam, e obtiam materias primas diversas. Assim começou a grande cobiça por Africa!

     
  • At 4.10.06, Anonymous Martita & Filipa said…

    As matérias-primas das grandes potencialidades africanas, despertram a cobiça dos países industrializados. As principais potencias europeias reuniram-se em berlim numa conferencia e estabeleceram o principio da ocupaçao efectiva, ou seja os territorios africanos pertenciam aos paises que tivessem meios para os ocupar, favorecendo assim os paises mais poderosos!

     
  • At 4.10.06, Anonymous Patrícia, Rita e Ricardo said…

    A Africa era bastante cobiçada, pois possuia grandes quantidades de materia prima, que despertou a cobiça dos paises industrializados, que nessa altura estavam com problemas em escoar os seus produtos e então, declararam que, não os países que descrobiram as colonias mas, sim os que os povoam são os seus senhores, o que veio favorecer os países mais poderosos.

     
  • At 10.12.06, Anonymous Vera said…

    Como os países europeus estavam muito industrializados e tinham produtos em demasia, queriam vende-los a paises mais pobres como a África.
    O Continente Africano é rico em materias-primas e, por isso, a Europa tambem se focalizou neste continente, porque podiam estabelecer trocas de materias e produtos.

     
  • At 13.12.06, Anonymous Pedro e Manuel said…

    No séc.XIX houve um grande interesse dos paises europeus pelo continente africano, devido há abunância de matérias-primas, o que despertou a cobiça dos países europeus.
    As principais potencias europeias reunidas na Conferencia de Berlim com o objectivo de repartir África entre si. Partindo do princípio que os países africanos deviam pertencer a quem tem meios para os ocupar favorecendo assim os países ,mais poderosos.

     
  • At 13.12.06, Anonymous Flavio e Joao André said…

    A cobiça pela Africa, deveu-se ao facto de os outros países estarem bastante desenvolvidos, só que ainda não tinham uma forma de escoar os produtos em excesso. Então os produtos passaram a ser escoados para as colónias, daí o interesse por Africa e pelas suas colónias.

     

Enviar um comentário

<< Home